Sente-se Preso ao seu Cartão de Crédito?

Quantas vezes se sentiu dependente do seu cartão de crédito? Fica apavorado quando verifica que não carrega consigo o seu cartão de crédito?

dicas cartão de credito

dicas cartão de credito

Poderá estar a pensar o porquê destas perguntas ou até considera que é o cúmulo colocar estas perguntas. É bom que assim seja, só significa que não se encontra numa situação de dependência do seu cartão de crédito e que o seu cartão de crédito não lhe consome todo o dinheiro disponível que possui a cada mês.

Mas, nem todos os utilizadores terão motivos para alegria, pois a utilização sem regras permitiu um avolumar da divida que, mesmo não sendo preocupante, não é possível viver sem o cartão de crédito.

É o típico utilizador onde todo o seu rendimento mensal disponível é canalizado para o pagamento do cartão de crédito e, em situações mais graves, apenas o pagamento mínimo do cartão é efetuado permitindo a criação de uma bola de neve gigante a cada mês que passa.

Leia Também:  Como Escolher o Melhor Cartão de Crédito

Esta absorção do rendimento disponível revela claramente a dependência do cartão de crédito pois a utilização do crédito disponível com o pagamento é solução para fazer face às despesas básicas que não deveria ser satisfeitas com o cartão de crédito.

SERÁ MOTIVO PARA ALARME?

Isso tudo depende da modalidade de pagamento que ainda consegue efetuar, pois ela lhe dirá se existe solução que depende de si ou se terá que recorrer a soluções bancárias.

Se por ventura, a divida do seu cartão de crédito lhe consome todo o seu rendimento disponível ou grande parte do mesmo e a modalidade de pagamento que possui é superior a 50%, isto significa que poderá resolver a divida com alguma facilidade, desde que obedeça a algumas recomendações, como por exemplo;

  • Verificar os seus gastos mensais e analisar onde poderá cortar;
  • Reduzir a utilização do cartão de crédito em 20% mês e canalizar o rendimento extra da redução para pagamento da divida no mês seguinte;
  • Assim que sentir o seu orçamento mensal se encontra optimizado e que consegue pagar o pagamento mensal do cartão de crédito e passar o mês sem recorrer ao mesmo, deixe o cartão de crédito em casa sempre que vai às compras;
  • Aprenda a utilizar o cartão de crédito com inteligência e beneficie das vantagens que estes possuem.
Leia Também:  Dicas para usar o Cartão de Crédito Corretamente

Se por ventura a divida do seu cartão de crédito  lhe consome todo o rendimento disponível ou grande parte do mesmo e não consegue efetuar pagamentos superiores a 50% do saldo em divida mensal, então, deverá aplicar medidas drásticas, como por exemplo;

  • Criar um plano de pagamentos do cartão de crédito e comunicar ao banco o seu desejo em resolver a divida do mesmo;
  • Elaborar uma estratégia pessoal para efetuar pagamentos extra mensais, nem que seja 50 euros a mais todos os meses;
  • Solicitar ajuda a familiares caso seja possível. Regra geral é mais barato e eficaz;

PENSA QUE É DIFICIL SENTIR-SE PRESO AO CARTÃO DE CRÉDITO?

Na verdade é extremamente simples se sentir preso ao cartão de crédito, pois este lhe dá a sensação que consegue realizar todos os seus desejos.

Por muito disciplinado que seja, lá chegará o dia em que irá efetuar aquela compra que tanto deseja e surgirá um imprevisto na sua vida, como por exemplo, uma avaria no carro. Nestes meses, algo ficará por pagar ou não ficará satisfeito na totalidade.

Leia Também:  Cuidados com Cartão de Crédito Falso

Curioso é saber que o cartão de crédito é sempre o eleito nestas situações de aperto financeiro. Esta escolha irá iniciar o ciclo de divida e caso não seja travada irá atingir proporções preocupantes.

Tenha em atenção ao nível de dependência que possui do seu cartão de crédito e não permita que se sinta preso do mesmo.

Rate this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *